Argos é um gigante de 100 olhos criado por Hera para atuar como segurança, trabalhando atualmente no Acampamento Meio-Sangue. Ele dificilmente fala algo e costuma levar os semideuses para iniciar suas missões.

Percy Jackson e os Deuses Gregos[editar | editar código-fonte]

Argos foi criado por Hera para ser seu servo, trabalhando para proteger coisas para ela. Quando Zeus transformou sua amante Io em uma vaca para enganar Hera, a presenteando com Io, a deusa percebeu a jogada e decidiu mandar Argos mantê-la segura.

Zeus enviou Hermes para dar um jeito em Argos, o avisando que não seria possível derrotá-lo em uma luta justa. Hermes se disfarçou como um simples pastor mortal para se aproximar de Argos, ele usou sua música e o poder de seu caduceu para mandar ondas de sono para Argos enquanto o distraía com conversas. Argos, cansado de ter que ficar parado no sol olhando para aquela vaca sem sequer beber água, caiu no truque, acabou adormecendo e teve a cabeça cortada por Hermes.

Percy Jackson e os Olimpianos[editar | editar código-fonte]

O Ladrão de Raios[editar | editar código-fonte]

Após a batalha de Percy com o Minotauro, o filho de Poseidon desmaia e é cuidado no Acampamento Meio-Sangue, acordando algumas vezes antes de levantar por definitivo, em um desses momentos é Argos quem está cuidando dele, ainda que não seja nomeado no momento.

Mais tarde, é Argos quem leva Percy, Annabeth e Grover à estação de ônibus para iniciarem a missão. Perto do fim do livro, após Percy ser atacado por Luke e seu escorpião, ele é cuidado mais uma vez por Annabeth, Argos e Quíron. Argos ainda leva Percy ao chalé 3 para que ele pegue suas coisas e possa voltar para casa.

A Batalha do Labirinto[editar | editar código-fonte]

Argos faz uma aparição rápida, ele luta na batalha no final do livro, sendo visto antes da batalha em uma tenda de comando com os campistas de Atena.

O Último Olimpiano[editar | editar código-fonte]

Argos leva os semideuses do Acampamento Meio-Sangue para encontrar Percy no ponto de encontro em frente ao Empire State Building antes da Batalha de Manhattan e volta para defender o acampamento. Ele também entrega para Annabeth um videoescudo projetado por Dédalo e feito por Beckendorf antes de morrer, o escudo pode lhe mostrar qualquer lugar desde que seja tocado pela luz do sol. Mais tarde, Argos recebe Percy, Annabeth e Nico quando eles voltam ao acampamento para encontrar Rachel e juntos eles testemunham a transformação dela na Oráculo.

Os Heróis do Olimpo[editar | editar código-fonte]

O Herói Perdido[editar | editar código-fonte]

Após Piper perder a consciência depois que Hera fala através de Rachel, Piper é levada para a Casa Grande e cuidada. Quando ela acorda, Rachel e Argos estão lá. Rachel menciona que foi Hera que criou Argos e ele é muito sensível com a proteção dela. Ela também diz que estão tentando evitar que ele chore, pois da última vez que isso aconteceu, ele causou uma inundação.

Os Diários do Semideus[editar | editar código-fonte]

Leo Valdez e a busca por Buford[editar | editar código-fonte]

1 hora após Leo, Jason e Piper cuidarem da situação com as mênades, Quíron e Argos chegam e Argos fica constrangido por não ter notado uma dúzia de mênades entrando no acampamento.

Personalidade[editar | editar código-fonte]

Não se sabe muito sobre a personalidade de Argos, pois ele normalmente não fala. Ele é mostrado como um seguidor de regras ferrenho, ficando envergonhado quando não consegue cumprir seu trabalho. Ele também é muito protetor e emocional com sua criadora Hera.

Aparência[editar | editar código-fonte]

Percy descreveu Argos, dizendo que era parecido com um típico surfista grande e loiro, com a exceção de que ele tem cem olhos azuis por todo o corpo, fazendo parecer que ele está girando o corpo quando revira os olhos. Supostamente ele também possui um olho na língua, que é o motivo por evitar falar.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Não se sabe como ele foi parar no Acampamento Meio-Sangue, se foi por vontade própria ou se um deus queria que ele fizesse isso.
  • Apesar de ser o segurança do acampamento, Argos não está presente quando eles precisam se proteger dos romanos no final de Os Heróis do Olimpo e nem quando o colosso ataca em O Oráculo Oculto.
  • Argos e Quíron foram demitidos em O Mar de Monstros, enquanto Quíron foi suspeito de envenenar o pinheiro de Thalia, não se sabe se Argos foi demitido por ser suspeito também ou por não ter sido capaz de impedir o envenenamento. Ambos acabam readmitidos quando toda a situação se explica.
  • Em A Maldição do Titã, Grover menciona que observou Zoë e Argos discutindo tarde da noite, pois a caçadora sonhou que Ártemis tinha problemas e Argos não a deixava ver Quíron. A discussão aumenta de tom, até que Quíron chega.
    • Mais tarde, no mesmo livro, Percy fica surpreso ao notar que é Zoë quem estava dirigindo a van do acampamento e não Argos, como geralmente acontece.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.