FANDOM


A Colina Meio-Sangue é uma das colinas que fica ao redor do Acampamento Meio-Sangue, sendo a entrada principal para o acampamento. Foi assim nomeada por ser o local onde Thalia se sacrificou para salvar Luke, Annabeth e Grover e acabou transformada em um pinheiro por seu pai Zeus. Após várias alternativas para proteger o acampamento, o pinheiro usou seu espírito para criar barreiras mágicas que hoje são alimentadas pelo Velocino de Ouro (protegido pelo dragão Peleu) e não mais pelo espírito de Thalia. Monstros e mortais só podem passar por ela se convidados por alguém de dentro, sendo que os mortais enxergam uma plantação de morangos.

Acontecimentos marcantes Editar

Diversos acontecimentos da série se passam na Colina Meio-Sangue além do sacrifício de Thalia. Em O Ladrão de Raios, Percy enfrenta e mata o Minotauro ali, mas não antes de vê-lo "matar" sua mãe, Sally Jackson. Em O Mar de Monstros, Percy, Annabeth, Tyson e Clarisse enfrentam os touros de Cólquida no local e mais tarde, o acampamento inteiro testemunha a restauração do espírito de Thalia pelo Velocino de Ouro. Entre A Marca de Atena e o O Sangue do Olimpo, o local é tomado por semideuses romanos que planejam destruir o Acampamento Meio-Sangue. Nesse último livro, a colina ainda é onde Nico, Will, Cecil e Lou Ellen tentam inutilizar os onagros romanos, bem como é onde Reyna deixa a Atena Partenos como sinal de união entre gregos e romanos e ainda é onde a batalha final com Gaia acontece.

Curiosidades Editar

  • Apesar do poder das barreiras, foi mostrado que um exército de monstros poderia adentrar no acampamento pelo Labirinto de Dédalo.
  • Aparentemente, as barreiras não diferenciam semideuses gregos e romanos, logo é provável que também permita a entrada de semideuses nórdicos.
    • No entanto, talvez ela não permita a entrada de magos da Casa da Vida, visto que eles não possuem sangue divino, ainda que possam ver através da Névoa.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.